2012-11-25

Separatismos...

“Espanha não pode correr o risco de perder a Catalunha” uma entrevista a ler com cuidado... Porque o excesso de centralismo de Espanha pode levantar em definitivo as forças de ruptura nacionalista na Europa (Escócia, Flandres, Padania, Córsega, País Basco - mesmo com a ETA a dissolver-se, etc...) com consequências inimagináveis... pois libertar "fantasmas" que foram os responsáveis maiores pelas guerras europeias...

ACT: na Catalunha, a maior participação de sempre deu um Não aos projectos mais separatistas... Parece que a Catalunha gosta de Espanha...

2012-11-15

Barreto Xavier anuncia "mudança de paradigma" nos apoios às artes

Barreto Xavier anuncia "mudança de paradigma" nos apoios às artes: um exemplo claro do que é a disfunção política... A política é do Governo ou é dos ministros e ... até, dos secretários de Estado? Este o disparate, esta uma das causas de perda de recursos.


2012-11-14

o caminho passa por isto...

Portugal vence a guerra da cerâmica contra a China...

A missão da banca não é apoiar as empresas?

Se a missão do BES (ver aqui, no site oficial do BES), inclui "contribuir de forma cada vez mais aprofundada e proativa para o desenvolvimento social, cultural e ambiental do País." - Então porque é que o líder mais importante da banca portuguesa quer mais um banco para o fazer o trabalho de apoio às PME... que devia ser dele?!?!? Banco de fomento pode ajudar as PME, diz Ricardo Salgado...

Sim, o mesmo senhor que decide quem são os líderes político-partidários (em boa medida), que coloca um número recorde de colaboradores seus em todos os governos, vem agora dizer que é preciso um novo banco para apoiar as PME... pois ele ganha mais e de modo mais seguro a negociar dívida Pública, paga com os nossos impostos, com se verifica pelos resultados do BES (ver post colocado aqui há dois dias). É preciso não ter vergonha na cara!

Razão tem o Álvaro

Loja de sabores portugueses abre em Hong Kong

2012-11-12

BES ganha com negociação com a dívida soberana

Um pequeno mas elucidativo press release... Lucros do BES onde se lê: "Já a margem financeira terá subido, impulsionada por ganhos de negociação com a dívida soberana, de acordo com os mesmos analistas. Este indicador terá crescido 4% para 909 milhões de euros."

A  tal dívida que todos nós andamos a pagar... e que fica claro que quem ganha são os bancos que nos ajudaram a endividar e que os Estados se apressaram a ir socorrer...

E por fala nisso, diz-nos o Governador do Baco de Portugal que desligar-o-risco-soberano-da-estabilidade-do-sistema-financeiro-e-fundamental.

Nova lei das rendas entra em vigor esta segunda-feira

Nova lei das rendas entra em vigor esta segunda-feira...

2012-11-11

The meaning of Life...

O futebol, e o desporto, no Reino Unido, é de facto algo de outro nível em termos de dignidade e desportivismo... O regresso de Muamba, jogador de um outro clube, ao estádio do Totenham e ao local onde caiu inanimado é uma homenagem impressionante e que nos recorda os verdadeiros valores do desporto e ... da vida...

2012-11-08

Liberdade e pluralismo na imprensa é vital para Democracia

A estrutura da propriedade da nossa imprensa e dos media, lembra-nos importância vital desta para liberdade. A liberdade de expressão e de imprensa é vital para a democracia...

O fecho do Publico, as guerras entre a Impresa e a Ongoing, o número limitado de proprietários de meios de comunicação social, a RTP, o Grupo angolano que avança para a compra da Controlinveste de Joaquim Oliveira, as tiragens reduzidas de muitos meios, e as quedas significativas em todos eles, seja em leitores seja em receitas de publicidade, obrigam a pensar a questão...

Num outro registo, esta notícia: Ferreira Leite, a democracia e Rousseau

E, de facto, a questão dos tempos, dos directos televisivos por oposição a notícias que demoravam anos a chegar... é uma questão vital para a boa governação...

Gallois recomenda corte nos custos do trabalho!

França: relatório Gallois recomenda corte de 30 mil ME nos custos do trabalho (RTRS). Será que PPC e Gaspar se irão inspirar aqui?

2012-11-07

O que nos "trama"?

BPI "implora" por pedidos de crédito à banca... este homem parece estar a brincar connosco... o BES segue-lhe as pisadas através de Ricardo Salgado...
Trabalhando de perto com empresas e empresários, a falta de crédito e de abertura da banca a negociação, ou a soluções de agilização de tesouraria ou de apoio a investimento, mesmo quando empresas têm encomendas e garantias de expansão, ou então procurando uma série de garantias reais e pessoais que podem colocar em causa a vida dos empresários e das suas famílias, até pelos valores de juros (spreads) e condições propostas, por vezes obscenas, é a sua segunda ou terceira maior queixa...  

A primeira queixa é o não funcionamento da justiça, pelo tempo de demora e pelo modo como, quando uma das partes é o Estado, não ser justa - ex: se as finanças afirmarem que alguma empresa tem uma dada dívida, mesmo que empresa conteste em tribunal administrativo, a demora deste é de 5 a 10 anos, e entretanto a ausência de efeito suspensivo da acção de contestação leva a que as finanças paralisem empresa primeiro e, depois, ao penhorarem bens e a levarem-nos a hasta pública, acabam por encerrá-la, perdendo-se postos de trabalho e centros de criação de riqueza de modo irreversível... pois a decisão judicial chegará quando a empresa estiver já encerrada... 

A segunda maior queixa é, pois, o comportamento do Estado e as regras que o protegem e tornam a sua ação injusta - como a obrigação da empresa liquidar IVA que ainda não recebeu, mesmo quando devedor .... é o Estado!

Em suma: o comportamento e gestão da justiça, as regras que regem a relação entre o Estado e a economia privada, e o comportamento da banca, explicam muitas das dificuldades das empresas e, através destas explicam boa parte do desemprego... Somado à corrupção, aos desvios e aos maus investimentos e péssimos negócios do governo central, das autarquias e das empresas públicas (alguns imorais e em benefício de uns poucos ou dos principais partidos...), por dolo ou por desconhecimento e, infelizmente, da baixa produtividade e baixa formação, estas são as causas internas que agravam as causas externas da crise...

É por isso quase curioso que Vitor Gaspar se sinta indignado que lhe digam que não defende interesse nacional
A responsabilidade não é só sua, mas em boa parte é (cumulativamente a governantes anteriores):
- é ele o ministro que mantém regras como  as do IVA ou da proteção do Estado perante os privados de modo quase indecente
- é ele o Ministro que afirma ter um "caminho único" e falha contas de modo grosseiro, por subestimar factos previsíveis, como a queda da receita de IVA ou de imposto sobre combustíveis com o aumento de taxas, pela diminuição do consumo! E é isso que obriga a reforço de austeridade que por sua vez causa maior recessão e, com isso, lhe diminuirá ainda mais as receitas!
E não parece ter a noção de que estamos a brincar com o nosso futuro enquanto povo e país...  E que até da nossa saúde e do nosso sono estamos a dar cabo...
Em vez de pensar em soluções únicas, e na ausência de alternativas, deveríamos olhar para opções Francesas, mesmo que dúbias. Mas estar conscientes de que temos de ter capacidade endógena de criação de riqueza, pois não decidimos o futuro do investimento estrangeiro. Por isso políticas de crescimento são fundamentais!

E quanto ao futuro da democracia, ela está de facto em risco. E além da visão da ausência de alternativas - a essência da democracia é que há SEMPRE alternativas - há outros sinais preocupantes...

Mas há também coisas boas a acontecer no país, e sinais de esperança!...

2012-11-06

Liberdade(s)

Foi lançada uma Petição a favor da liberdade de investigação académica...

Na realidade, uma tese polémica sobre TDT defendida com petição a favor de investigação académica.. Lembramos que a PT e a ANACOM queriam processar o autor de uma tese polémica... pois o Investigador denuncia na sua tese fortes indícios de corrupção na TDT- Tecnologias e telecomunicações

Natalidade: é “muito preocupante” em Portugal

Natalidade: é “muito preocupante” que em Portugal se registem cada vez menos nascimentos...

Cortar nas empresas públicas…

imageimage

Veja aqui o estudo

A aposta em Mitt Romney de Luís Queiró

Não partilhando algumas das ideias expressas (mas concordando com algumas outras), considero este um interessante artigo de opinião e, sobretudo, um pequeno artigo que vale a pena ler por se centrar em argumentos válidos, tentando debater substância e políticas e não meros cabeçalhos de notícias ou imagens feitas... Por isso aqui fica o link: A minha aposta em Mitt Romney em que Luís Queiró termina com um "Por isso, enquanto Europeu, eu aposto em Mitt Romney".

Amanhã se saberá...

Três cenários que põem a América perto de um ataque de nervos... Vários jornais apoiaram Obama em 2008 apostam agora em Romney, enquanto resto do mundo torce por Obama...

2012-11-05

CES critica falta de "visão estratégica"...

CES critica falta de "visão estratégica" nos "sistemáticos cortes na despesa" e pede revisão urgente das condições do empréstimo... algo que há muito defendemos ser o melhor caminho, não fossem os juros o primeiro item de despesa inscrita no OE 2012! Pois não faz sentido o BCE emprestar a 0,75% ao BES, ao BPI, ao Millennium e a 4,5% ao Estado onde estão sediados, ele próprio membro do BCE... Portugal!

Também o Dr. Freitas Amaral é defensor de que este caminho só nos fará seguir as pisadas da Grécia...

Como nota final: o CES é presidido por Silva Peneda, ex-ministro de Cavaco Silva, e por ora ninguém parece ser quais as propostas de cortes...

Positivas! Ainda as há...

Hepatite B: Vacina oral desenvolvida por investigadores da UC

O lado negro da crise... e da dor!

Albergues do Porto estão lotados e são mais procurados por quem quer matar a fome. Sim, fala-se em FOME em Portugal. Como na Grécia. Sim, países da União Europeia há mais de 25 anos...

E até em sectores impensáveis se sentem efeitos da crise, com mais desemprego...

As empresas portuguesas... e não só...

Cerca de 50 empresas portuguesas no World Trade Market em Londres (Feira de Turismo), mas há 31 mil na lista de devedores... Mas muitas foram colocadas nesta situação pelos atrasos... do próprio Estado, pelas insuficiências da justiça ou pela ganância da banca, com publicidade enganosa e técnicas comerciais agressivas, sob o manto da "facilidade"... Um fenómeno que atingiu inúmeros países e explica muita da crise actual. Na Austrália a S&P foi condenada...

2012-11-03

2012-10-31

Alemanha desemprego atinge 2,9 milhões de pessoas

Alemanha desemprego atinge 2,9 milhões de pessoas; uma taxa de 6,9% .. Porque é que esta é a notícia que mais directamente nos diz respeito? Porque, se a isto somarmos facto de na Alemanha haver eleições em 2013, e de Merkel ter perdido eleições por duas vezes este ano, em Estados importantes e populosos, compreendemos porque é que a atitude da Chanceler está diferente da de há um ano e meio, e já não se centra em "penalizar" os "esbanjadores", laxistas  e "baldas" dos PIGS", mas sim e assegurar em aligeirar a crise a Sul, pois compreendeu que são eles um dos mais importantes destinos das exportações Alemãs, pila absolutamente essencial da economia germânica... Demorou, mas a senhora já compreendeu... Lentamente as regras irão pois aligeirar-se... e os juros que nos são cobrados serão renogociados em baixa... permitindo-nos respirar...

2012-10-25

Inteligente e Visionária...

"Inteligente e visionária", num modelo e com uma capacidade de implementação que lhe dá fortes vantagens competitivas... Assim caracteriza uma personalidade internacionalmente reconhecida a gestão de uma empresa portuguesa que actua num mercado aberto, global e altamente competitivo...

Positivas! Ainda as há...

"Numa altura em que os ventos sopram contra Portugal, é preciso mostrar ao mundo que temos capacidade instalada para melhorar a eficiência nas empresas e qualidade de vida das pessoas" Zeinal Bava. Por não ser só discurso, a PT junta em Lisboa gestores de fundos superiores a 1 bilião (1 milhão de milhões) de euros, ou seja, 5 vezes o PIB de Portugal!

E ainda no potencialmente positivo... uma denúncia relevante...

Alemães e Franceses são os mais endividados per capita...

Barómetro: Portugal no «top 3» do endividamento por família...

2012-10-13

Críticas... justificadas?

Pinto Monteiro não aprova Joana Marques Vidal para nova PGR...  será que ele se refere a que Joana Marques Vidal seja filha do juiz jubilado José Marques Vidal, ex-director da PJ nomeado nos Governos de... Cavaco Silva e seu amigo... além de ser irmã de magistrado envolvido na investigação do Face Oculta... mas nunca ninguém da família tocou ou investigou o caso BPN...

Será?

Orçamento do Estado traz incentivos à economia... 
Isto num orçamento que se arrisca a ser votado na AR mas a não passar no Tribunal Constitucional... pelo menos em parte... Proposta de orçamento é inconstitucional, defendem especialistas e... juizes...

2012-09-24

Leitura obrigatória...

A Visão traz-nos um artigo a que chama A face oculta do Monte Branco cuja leitura pode elucidar e ajudar a compreender muitos dos mecanismos que ligam poder e dinheiro, entre nós e não só...

A promessa não cumprida... e os anúncios inaceitáveis...

Os 20 segundos inaceitáveis de Passos Coelho - um artigo de opinião de Henrique Raposo que coloca o dedo numa das feridas... O Governo insiste em "pagar a crise" pelo lado da subida da receita, para mais centrando-a nos rendimentos de trabalho - e não pelo lado do corte de despesa, que era a promessa em nome da qual foi eleito...

A promessa não cumprida, e a sensação de não tem sido central a preocupação com a equidade entre os portugueses, e entre os diferentes tipos de rendimento (salários de um lado - rendimento de trabalho - e rendas, juros e lucros - rendimentos de propriedade de bens, imóveis e móveis), justificam precisamente a "revolta popular"... E teme-se que a insistência em olhar sempre para esse lado da balança, poderá agravar a fractura que o dia 15 de Setembro revelou..

2012-09-23

Portugal EXPORT? Sim... mas...

Por um lado, e de modo macro, as notícias são positivas... Muito positivas. Portugal está perto de atingir o equilíbrio ao nível das trocas comerciais com o exterior, e os 100% da taxa de cobertura (exportações estão perto de superar as importações...).

Pode mesmo dizer-se que é notável, em face da crise nos nossos principais mercados clientes (União Europeia), e que é fruto do esforço de diversificação geográfica que parece estar a surtir efeito... mas... Uma boa parte do aumento de exportações nacionais, 9% para ser preciso, afinal, é explicada pelo aumento das saídas de ouro...

2012-09-22

Novidades! incríveis...

Especialistas concluem que orgasmo faz bem à saúde

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), todos os dias, mais de cem milhões de pessoas têm um orgasmo, ou seja, 1,14 por cento da população mundial. O que significa que mais de 98 por cento da população corre o risco de se tornar triste, irritadiça e rabugenta. Quem o diz são os cientistas.

Tem-se escrito...

Conselho de Estado pede equidade na distribuição dos sacrifícios...

Mas há mais noticias e exemplos...

Boas notícias e bons exemplos...
E menos boas notícias e menos bons exemplos...
Propõe-se, anuncia-se... ou ainda se debate...
Noutras latitudes...
E em áreas de ciência, tecnologia, religião e saúde... e dos "vícios" que também têm virtudes...

2012-09-19

curto mas grosso...

O argumento político: Se querem um êxito, negoceiem!

O argumento económico: O erro do BCE... não dar prioridade ao crescimento...

Tensão asiática?

Protestos chineses anti-Japão paralisam fábricas da Panasonic e Canon... Parece apenas mais uma notícia... Mas não é... Os países asiáticos são os que ainda puxam a economia mundial... Mas há já meses que Coreias, Japão e China estão a subir os tons de exigências nacionalistas entre si... sinais que podem significar uma escalada militarista por aquelas bandas, quando o orçamento militar da China é já superior ao dos EUA (em % do PIB)...

E a surpresa de haver já exercícios conjuntos das Marinhas dos EUA e da China, anti-pirataria..

2012-09-18

Mas ainda há algumas boas notícias..

Catolica e U. Nova sobem no ranking do financial times

Portugal é um dos países em que exportações mais cresceram na OCDE... (questão é que situação começou já a inverter-se nos últimos meses, pois a crise em Espanha e noutros grandes clientes, também se faz sentir...)

«Ex-ministros trabalham hoje nas PPP»... não é sério!

Olhos nos Olhos com Judite de Sousa, Medina Carreira e Paulo Teixeira de Morais. Algumas ideias:
São 54 minutos a não perder..
programa Olhos nos Olhos de ontem, em versão completa, em que Judite de Sousa conversa com Medina Carreira e Paulo Morais...


«Ex-ministros trabalham hoje nas PPP» apenas baseado nos factos e nos pareceres do Tribunal de Contas Paulo Morais levanta as suspeitas que todos temos, põe o dedo na ferida e dá nome aos bois... Jorge Coelho, Valente de Oliveira, Ferreira do Amaral ("o artificie das auto-estradas portuguesas e da Ponte Vasco da Gama"...), ministros das Obras Públicas de Cavaco e de Guterres, que hoje estão nas empresas beneficiárias (Mota Engil, Lusoponte)... e que se juntam a nomes como Almerindo Marques, Mário Lino, e outros...

Outras ideias:
  • O que hoje estamos a pagar, em parte, são desvios feitos por alguns, poucos, que hoje deles beneficiam...
  • O que falta é justiça e o que abunda é impunidade.
  • Temos um Estado, dominado por uns poucos, que o lesam de modo repetido e inequívoco (segundo o Tribunal de Contas).
  • Estes senhores controlam a máquina governativa e o país que em nome de partidos, mas são por sua vez controlados por banqueiros e construtores, os maiores beneficiários do esquema gigantesco.
  • Em nome desses interesses o Estado paga contratos que não são sequer válidos, pois não têm visto do Tribunal de Contas... 
Aliás, o próprio parlamento deveria tirar estes esqueletos do armário, e ambos os partidos, PS e PSD sabem bem que isso os pode fragilizar a ponto de mudar o rosto do nosso sistema político-partidário... e por isso temem...

Isto além de deixarem SOLUÇÕES: ou o Tribunal de Contas deu os vistos ou os contratos são nulos... Logo Estado deve suspender pagamentos e renegociar... 


Por seu lado, Medina Carreira ironiza que Paulo Portas é o advogado de defesa dos manifestantes... 

Cravinho reconheceu duplo erro: SCUTs e cálculo de passageiros na travesia ferroviária da Ponte 25 de Abril...

Socialmente Injusta, Economicamente ineficiente, Tecnicamente Errada... (act.)

Deixamos aqui links para alguns textos lúcidos e clarificadores... Sobre o que esteve mal nos últimos anos, sobre o que está mal, sobre o que esteve mal na história da TSU, e sobre potenciais caminhos... ou a falta deles...
Mas o mais directo de todos os resumos é o de Bagão Felix, devidamente fundamentado (ver dos 2 minutos e meio em diante): Socialmente Injusta, Economicamente ineficiente, Tecnicamente Errada...





Já sobre o impacto político do que se passou nestes dias em Portugal...
ACTUALIZAÇÃO: Gaspar vai apresentar nova proposta para TSU... Mas Carlos Moedas insiste... e Passos reflecte e dá prioridade a reparar danos na coligação... Os mesmos PSD e CDS recuam... no que toca a anulação de endividamento hipotecário... 

2012-09-17

a ser verdade... 7 milhões sairam da CGD para os EUA...

Empresa de amigo de Vítor Gaspar contratada para assessorar privatização da EDP e da REN

Sem papas na língua...


Paulo Morais :
"O parlamento é o centro da corrupção em Portugal"
"Promiscuidade no parlamento"
"Promiscuidade no Banco de Portugal"
"(sobre corrupção)..preocupam-se mas não fazem nada..."
"Na Suécia metade destas pessoas estariam presas, só pelo facto do conflito de interesses em que se encontram"
"Os grandes escritórios de advogados de Portugal conseguem algo que só se consegue em África....e em Portugal (...) fazem legislação e ganham dinheiro (...) depois ganham a dar pareceres sobre a legislação que eles próprios fizeram mal."
"É inconstitucional e o presidente da republica parece ignorar todas estas situações"


2012-09-14

"Bardamerda e Caladinhos" (SIC)

Como um patrão (da Confederação do Turismo) classificou a austeridade em 30 segundos na SIC Notícias

Mas não está só...
  • Acompanha-o António Saraiva, o Presidente da CIP ("o patrão dos patrões") que afirma que "o pilar da estabilidade foi agredido" 
  • e às críticas da esquerda   juntaram-se outras, do PSD e do CDS, como são os casos de personalidades como Ferreira Leite (que arrasa Vitor Gaspar), Jardim ou 
  • Bagão Felix ("transformou-se num imposto", "é negativo  para o sistema", convida à evasão ao pagamento" ou "ultrapassou decência")
  • Mira Amaral ("faltam homens com cabelos brancos do ponto de vista político e empresarial") 
  • o ex-deputado e secretário de Estado, do PSD, José Eduardo Martins (se ainda fosse deputado "abandonaria o meu mandato, pois não seria capaz de, em consciência, impor esta segunda canga que ninguém pediu, ao povo português")
  • Rui Machete





2012-09-01

Nomes de 1438 maçons revelados na Internet - Política - Correio da Manhã

Nomes de 1438 maçons revelados na Internet ...
Situações como as que têm vindo a lume na comunicação social - e algumas delas explicitamente preparadas pela comunicação social, alimentando artigos como este: A Maçonaria Em Portugal- uma História de Corrupção e Conspiração « Casa das Aranhas.

Não parece que a Maçonaria, uma das entidades mais ligadas à Revolução Francesa ou à Revolução Republicana, e defensora de valores de liberdade, igualdade e fraternidade, seja apenas uma entidade de corruptos, sem prejuízo que, como todas as organizações humanas - e veja-se a Igreja Católica - tenha problemas, ervas daninhas e situações menos claras, dando aso por vezes a situações de desvios graves.

2012-08-16

2012-07-25

AMOP nos Jogos Olimpicos: empresas portuguesas triunfam!

Grande Fernando, grande Vania: parabens! Leiam o artigo aqui (mobiliário urbano nacional nos JO)

E também nos mercados extra-europeus estamos a crescer... e muito

E um enólogo portuguÊs que ganha prémio mundial … além de nos dar Velhas Barcas… :-)


Haja boas notícias!

2012-07-15

A luta de fundo: o capital chamado a pagar a crise?

«Não são só os rendimentos do trabalho a pagar a crise», este apelo morar é feito... pelo Bispo Dom Januário, não pelo Bloco de Esquerda....


Em Portugal, o "Trabalho" perdeu 7% do rendimento em detrimento do "Capital" nos últimos anos, os da "Austeridade"... É um dado que indica opções políticas... Não é um dado que indica que "não há alternativa", pelo contrário: tendo dominuído o rendimento, o mínimo é que a repartição fosse equitativa... no mínimo...


A questão é que o dito "período de austeridade", em Portugal e noutros países, foi o  manto diáfano que permitiu criar um desequilíbrio, com um aumento do "bolo" a cair para o "capital" em detrimento do "trabalho", que perdeu 7% nesta distribuição. Negar esta discussão sob o pretexto, falso, de "não há alternativa" é negar a política! É falso. Apostar em "salários baixos", em "cortes de subsídios" e afins é uma escolha política... Tal como o foi nacionalizar o BPN e manter srs. como os ligados ao caso em liberdade... 

As opções são muitas - impostos para escalões mais altos, taxação de património, criminalização eficaz de enriquecimento injustificado, taxação de transações bolsistas, penalização de transferências de capitais para off shores com regimes tributários e/ou leis de sigilo particularmente apontadas como não adequadas, limitação da ação das empresas de rating (quem as avalia?), controlo dos produtos derivados e limitação coordenada internacionalmente dos bens sobre os quais se pode operar especulativamente... 


Todas estas são opções... POLITICAS... possíveis de ser implementadas, seja nacional, seja internacional... É por isso que a eleição de Hollande, a re-eleição de Obama e a derrota de Merkel pode bem mudar a tendência  orientação de fundo... 

2012-07-14

Alemanha: ingratidão e falta de memória

Raramente publicamos, na íntegra, textos vindos de outras fontes. Há casos, porém, em que tal se impõem.
Na prática, este texto publicado há uns meses no i Online, explica porque é que o que falta é "sentir Europa"... e qual o custo que todos estamos a pagar por isso...


"Alemanha...... falta de memória

Em 1953, a Alemanha de Konrad Adenauer entrou em default, falência, ficou Kaput, ou seja, ficou sem dinheiro para fazer mover a actividade económica do país. Tal qual como a Grécia actualmente.
A Alemanha negociou 16 mil milhões de marcos em dívidas de 1920 que entraram em incumprimento na década de 30 após o
colapso da bolsa em Wall Street. O dinheiro tinha-lhe sido emprestado pelos EUA, pela França e pelo Reino Unido.

Outros 16 mil milhões de marcos diziam respeito a empréstimos dos EUA no pós-guerra, no âmbito do Acordo de Londres sobre as Dívidas Alemãs (LDA), de 1953. O total a pagar foi reduzido 50%, para cerca de 15 mil milhões de marcos, por um período de 30 anos, o que não teve quase impacto na crescente economia alemã.

O resgate alemão foi feito por um conjunto de países que incluíam a Grécia, a Bélgica, o Canadá, Ceilão, a Dinamarca, França, o Irão, a Irlanda, a Itália, o Liechtenstein, o Luxemburgo, a Noruega, o Paquistão, a Espanha, a Suécia, a Suíça, a África do Sul, o Reino Unido, a Irlanda do Norte, os EUA e a Jugoslávia.
As dívidas alemãs eram do período anterior e posterior à Segunda Guerra Mundial. Algumas decorriam do esforço de reparações de guerra e outras de empréstimos gigantescos norte-americanos ao governo e às empresas. Durante 20 anos, como recorda esse acordo, Berlim não honrou qualquer pagamento da dívida.
Por incrível que pareça, apenas oito anos depois de a Grécia ter sido invadida e brutalmente ocupada pelas tropas nazis, Atenas aceitou participar no esforço internacional para tirar a Alemanha da terrível bancarrota em que se encontrava.

Ora os custos monetários da ocupação alemã da Grécia foram estimados em 162 mil milhões de euros sem juros. Após a guerra, a Alemanha ficou de compensar a Grécia por perdas de navios bombardeados ou capturados, durante o período de neutralidade, pelos danos causados à economia grega, e pagar compensações às vítimas do exército alemão de ocupação.
As vítimas gregas foram mais de um milhão de pessoas (38 960 executadas, 12 mil abatidas, 70 mil mortas no campo de batalha, 105 mil em campos de concentração na Alemanha, e 600 mil que pereceram de fome). Além disso, as hordas nazis roubaram tesouros arqueológicos gregos de valor incalculável.
Qual foi a reacção da direita parlamentar alemã aos actuais problemas financeiros da Grécia? Segundo esta, a Grécia devia considerar vender terras, edifícios históricos e objectos de arte para reduzir a sua dívida.

Além de tomar as medidas de austeridade impostas, como cortes no sector público e congelamento de pensões, os gregos deviam vender algumas ilhas, defenderam dois destacados elementos da CDU, Josef Schlarmann e Frank Schaeffler, do partido da chanceler Merkel. Os dois responsáveis chegaram a alvitrar que o Partenon, e algumas ilhas gregas no Egeu, fossem vendidas para evitar a bancarrota.
"Os que estão insolventes devem vender o que possuem para pagar aos seus credores", disseram ao jornal "Bild". Depois disso, surgiu no seio do executivo a ideia peregrina de pôr um comissário europeu a fiscalizar permanentemente as contas gregas em Atenas.

O historiador Albrecht Ritschl, da London School of Economics, recordou recentemente à "Spiegel" que a Alemanha foi o pior país devedor do século XX. O economista destaca que a insolvência germânica dos anos 30 faz a dívida grega de hoje parecer insignificante.

"No século XX, a Alemanha foi responsável pela maior bancarrota de que há memória", afirmou. "Foi apenas graças aos Estados Unidos, que injectaram quantias enormes de dinheiro após a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, que a Alemanha se tornou financeiramente estável e hoje detém o estatuto de locomotiva da Europa. Esse facto, lamentavelmente, parece esquecido", sublinha Ritsch.
O historiador sublinha que a Alemanha desencadeou duas guerras mundiais, a segunda de aniquilação e extermínio, e depois os seus inimigos perdoaram-lhe totalmente o pagamento das reparações ou adiaram-nas.
A Grécia não esquece que a Alemanha deve a sua prosperidade económica a outros países.
Por isso, alguns parlamentares gregos sugerem que seja feita a contabilidade das dívidas alemãs à Grécia para que destas se desconte o que a Grécia deve actualmente.

Sérgio Soares, jornalista português"

2012-07-10

a imoralidade na gestão pública

Dissemos há meses que é imoral o empréstimo da CGD ao grupo Mello para uma OPA sobre a Brisa. Relembramos os porquês, agora que a OPA se concretiza: OPA da Tagus sobre a Brisa deverá ser registada ainda hoje...

Isto quando as empresas fecham por falta de financiamento (700 milhões de euros poderiam salvar milhares de empresas e de empregos!), no país com os maiores cortes da Europa.